Bragança, Cartaxo e Portalegre integram Rede Eunice Ageas

A Rede Eunice Ageas é um projeto de circulação nacional de espetáculos, criado pelo Teatro Nacional D. Maria II em 2016 e que, a partir deste ano, conta com o apoio do Grupo Ageas Portugal.

Já são conhecidos os novos teatros municipais que vão integrar a Rede Eunice Ageas ao longo das próximas três temporadas, até 2022. O Centro Cultural Município do Cartaxo, o Centro das Artes do Espectáculo de Portalegre e o Teatro Municipal de Bragança foram os três teatros selecionados, de entre 19 candidatos, para integrar esta rede de difusão de espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II.

Lançada em 2016, e amadrinhada pela atriz Eunice Muñoz, a Rede Eunice Ageas é um projeto desenvolvido em parceria com teatros municipais, com o propósito de desenvolver públicos por todo o país, reforçando a oferta teatral de qualidade em locais onde esta é ocasional ou irregular. A partir da temporada 2019-2020, a rede conta com o apoio do Grupo Ageas Portugal, um dos principais grupos seguradores em Portugal, com o objetivo de alargar a oferta teatral em geografias cada vez mais abrangentes, reforçando os propósitos desta iniciativa e todos os benefícios para os teatros parceiros.

Ao longo de 3 temporadas, fizeram já parte deste projeto 4 teatros municipais, que acolheram um total de 9 espetáculos diferentes, abrangendo um total de mais de 6.700 espectadores. A nova temporada da Rede Eunice Ageas, agora apresentada, contará com 3 novos teatros municipais – localizados em Bragança, no Cartaxo e em Portalegre -, que se juntam ao Teatro Municipal de Portimão, que integra o projeto desde 2017. Estes três novos teatros aderem à rede por um período de três anos, até 2022.

Nesta temporada de 2019-2020, a Rede Eunice Ageas terá 3 espetáculos em circulação – duas produções do D. Maria II e uma coprodução: Antígona, de Sófocles, com encenação de Mónica Garnel, espetáculo que abriu a temporada do D. Maria II em setembro deste ano; Fake, um espetáculo de Inês Barahona e Miguel Fragata, com estreia marcada para dia 19 de março de 2020 na Sala Garrett do D. Maria II; e Um outro fim para Menina Júlia, uma criação de Tiago Rodrigues a partir de August Strindberg, estreada no D. Maria II em março passado.

O anúncio dos três teatros selecionados para integrar a Rede Eunice Ageas ao longo dos três próximos anos foi realizado hoje, dia 22 de outubro, no Salão Nobre Ageas, numa apresentação que contou com a presença da atriz Eunice Muñoz e de representantes do Teatro Nacional D. Maria II, do Grupo Ageas Portugal e das três autarquias que passam a integrar esta rede.

Partilhe esta notícia

Achou o conteúdo desta notícia útil?