Fundação Ageas e Grupo Ageas apoiam emissão solidária

Ao vivo, “non stop” e solidária. Vão ser mais de 50 horas seguidas na Renascença, sem parar, com “As Três da Manhã”, em direto da Praça do Rossio, em Lisboa. Tudo vai acontecer a 16, 17 e 18 de junho, numa ação solidária a favor da União Audiovisual, que apoia os profissionais do espetáculo.

Com a Renascença ninguém fica para trás é o lema da iniciativa Três Por Todos. Uma maratona de rádio, em que “As Três da Manhã” e toda a equipa da Renascença pretendem chamar a atenção da sociedade para a necessidade de ajudar financeiramente os profissionais do espetáculo fortemente afetados pela pandemia.

Nestas 50 horas de espetáculo de rádio, “As Três da Manhã” vão estar no ar 24 horas sobre 24 horas, sempre em direto, com atuações ao vivo, reportagem e a presença de artistas e elementos dos bastidores, do teatro ao cinema, da música às artes.

Três por Todos

Todos são convidados a participar: presentes no Rossio para esta maratona de Rádio, com donativos locais, através de leilões online de peças oferecidas por artistas, instituições ou figuras públicas, ou através de uma transferência bancária ou multibanco para a União Audiovisual.

Para Pedro Leal, Diretor Geral da Renascença, a iniciativa Três por Todos tem dois grandes objetivos: “neste início de desconfinamento, pretendemos valorizar os agentes culturais que ao longo deste último ano não puderam trabalhar e trazer a rádio para a rua estando de novo em contato com as pessoas, cara a cara”.

O Grupo Ageas Portugal, em conjunto com algumas das suas marcas - Ageas Seguros, Médis e Seguro Directo – e com a Fundação Ageas, é o parceiro desta ação que partilha com a Renascença a sua identidade solidária, o apoio aos artistas e à cultura e o sentido de responsabilidade social.

João Machado, Presidente da Fundação Ageas, anunciou o primeiro donativo no âmbito desta iniciativa, com o valor de 5.000€ a favor da União Audiovisual. Em directo, afirmou que “se trata de uma causa com impacto na vida de todos os profissionais do panorama cultural, que há mais de um ano sentem dificuldades económicas, devido às consequências da pandemia por Covid-19. Esperamos que este seja apenas o primeiro passo para que outras pessoas e entidades sejam incentivadas a apoiar.”

Inês Simões, Diretora de Comunicação Corporativa e Marca do Grupo Ageas Portugal, afirma que “apesar das dificuldades sentidas pelo setor cultural devido à pandemia, mantemos e perpetuamos o nosso posicionamento de apoio à cultura e às artes, que despertam emoções junto das pessoas, ao lado de quem estamos sempre enquanto Grupo. Nesse sentido fizemos questão de nos associar à União Audiovisual, que tem tido um papel fundamental para os profissionais do setor, que progressivamente viram o seu trabalho a ser reduzido.”

Para a União Audiovisual "o abraço de "Três por Todos" é a prova de que juntos, conseguimos renascer. Do teatro ao cinema, da música a todas as artes, esta união é fundamental para a constatação do respeito e do amor, pela cultura nacional, sentido por todos nós: técnicos, artistas e público. Está a acontecer... ninguém fica para trás...juntos conseguimos!"

A Câmara Municipal de Lisboa associa-se também à Renascença envolvendo-se na implantação e na operacionalização deste projeto solidário.

Partilhe esta notícia

Achou o conteúdo desta notícia útil?