Ageas Tejo

Novo Edifício em Lisboa

Totalmente adaptado às circunstâncias de trabalho atuais e futuras, este novo edifício teve como foco a preocupação ambiental, a sustentabilidade, e a responsabilidade social.

março 2021
março 2021

    Lisboa

    Parque das Nações

    12 pisos e um terraço
    17.400 m2
    Promotor: Elegant Offices
    Construtora: Construtora San José
    Arquitetura do edifício: Arq. Capinha Lopes - Consulting
    Arquitetura de interiores: Broadway Malyan

     

    Inaugurado num ambiente de partilha e convívio

    Embora em funções desde março, com Colaboradores nas instalações, foi no passado dia 12 de maio que Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal, convidou à presença da Câmara Municipal de Lisboa (CML) e a Junta de Freguesia do Parque das Nações (JFPN) que teve como representantes Filipe Anacoreta Correia, vice-presidente da CML, e Carlos Ardisson, Presidente da JFPN, bem como parceiros e entidades institucionais para uma cerimónia de inauguração do moderno edifício do Grupo segurador.

    Acompanhe a obra

    Restauração inclusiva

    O Grupo Ageas Portugal emprega no seu novo edifício pessoas vulneráveis e com necessidades especiais, através da parceria realizada com as associações CRESCER - Associação de Intervenção Comunitária - e VilacomVida (Café Joyeux), duas organizações sociais de referência na inclusão social no setor alimentar.

      Prémio Nacional do Imobiliário

      Na cerimónia do Prémio Nacional do Imobiliário de 2022, o Júri atribuiu o prémio máximo de "Melhor Empreendimento do Ano" ao edifício Ageas Tejo e, ainda, o troféu na categoria de "Escritórios".

      A Gala decorreu no Vila Galé Sintra Resort Hotel Conference & Spa onde estiveram presentes as mais prestigiadas personalidades do imobiliário nacional.

       

       

      Prémio SIL

      A futura sede do Grupo Ageas Portugal em Lisboa recebeu o Prémio Construção Sustentável e Eficiência Energética, uma das categorias dos Prémios SIL - Salão Imobiliário de Portugal 2021.

      A decisão foi unânime no grupo de trabalho constituído pela Fundação AIP | Associação Industrial Portuguesa e pelo Conselho Estratégico do SIL, face ao contributo inequívoco desta construção para o desenvolvimento do setor imobiliário.