Teatro Nacional D. Maria II

Parceria com o objectivo de fortalecer o serviço público de cultura prestado pelo TNDMII, levando o teatro ao país e às suas pessoas.

    Teatro Nacional D. Maria II

    A parceria com o Teatro Nacional D. Maria II contribui para reforçar o posicionamento do Grupo Ageas Portugal no eixo estratégico da cultura, sendo também uma oportunidade de partilha de momentos e emoções com os nossos Colaboradores, os nossos Clientes e os nossos Parceiros.

    Com esta parceria, o Grupo Ageas Portugal reafirma a sua aposta “de corpo e alma” em mais um grande projeto cultural e o seu empenho em contribuir para que o Teatro Nacional D. Maria II continue a ser uma referência no panorama cultural do país e motivo de orgulho para todos nós com todos os benefícios que esta parceria traz à nossa organização.

    Prémio Revelação Ageas Teatro D. Maria II

    Entre os projetos contemplados por esta parceria está o Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II.

    O Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II pretende reconhecer e promover os talentos emergentes no panorama teatral, motivando os jovens a desenvolverem o seu percurso profissional neste setor. Destaca-se também pela sua importância no que diz respeito a dar expressão ao modo como a comunidade teatral valoriza os jovens criadores.

    • 1ª Edição

      Vencedora: Sara Barros Leitão

      Saber mais

    • Mário Coelho

      2ª Edição

      Vencedor: Mário Coelho

      Saber mais

    • 3ª Edição

      Vencedora: Cárin Geada

      Saber mais

      Rede Eunice Ageas

      O Grupo Ageas Portugal amplia o âmbito de intervenção nas artes performativas, através da Rede Eunice Ageas.

      Através da Rede Eunice Ageas, esta parceria assume um papel relevante para levar o teatro ao país, a locais e pessoas que de outra forma estariam impossibilitadas de aceder. Este é um projeto de circulação nacional de espetáculos do Teatro Nacional D. Maria II, amadrinhado no seu lançamento pela atriz Eunice Muñoz, em parceria com municípios que pretendem proporcionar às suas comunidades um reforço da oferta teatral de qualidade e promover a descoberta de novos talentos na arte de representar.

      Atração de novos públicos

      O Teatro Nacional D. Maria II abriu portas em abril de 1846, com o propósito de se constituir como uma Casa de Cultura, tornando o Teatro acessível a todos. Desde então, tem atraído e formado novos públicos, levando a toda a população atividades culturais e artísticas que elevam os seus padrões de exigência estética e crítica. Na temporada de 2017/2018 recebeu mais de 100.000 pessoas. Em 2018 mais de 25.000 jovens e crianças assistiram a espetáculos no D. Maria, 9.000 em contexto escolar.

      História

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        Data da criação legal do Teatro. Almeida Garrett ficou encarregue de edificar um Teatro Nacional "em que decentemente se pudessem representar os dramas nacionais".

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        Após muita polémica, o local escolhido para instalar o definitivo Teatro Nacional foram os escombros do palácio dos Estaús. Só em 1842 Almeida Garrett consegue dar início às obras.

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        Inauguração do Teatro Nacional D. Maria II

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        A gestão mais célebre terá sido a da companhia Rosas e Brasão, entre 1881 e 1898, durante a qual foi ousada uma mudança de reportório (primeiras criações de peças de Shakespeare em Portugal).

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        Durante um largo período de tempo, o Teatro Nacional foi gerido por sociedades de artistas. Após a implantação da República passou a chamar-se Teatro Nacional de Almeida Garrett.

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        A gestão mais duradoura foi a de Amélia Rey Colaço/Robles Monteiro que permaneceu no teatro de 1929 a 1964.

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        O Teatro Nacional foi palco de um brutal incêndio que apenas poupou as paredes exteriores e a entrada do edifício.

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        O edifício que hoje conhecemos, e que respeita o original estilo neoclássico, foi totalmente reconstruído e só em 1978 reabriu as suas portas.

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        O Teatro Nacional D. Maria II foi transformado em sociedade anónima de capitais públicos, passando a ser gerido por administração própria e à tutela dos Ministérios das Finanças e da Cultura.

      • Teatro Nacional D. Maria II - Parcerias

        O Teatro Nacional D. Maria II é integrado no sector empresarial do Estado.