Voluntários produziram 5.000 máscaras comunitárias

Mais de 70 voluntários do Grupo Ageas Portugal e da Fundação Ageas produziram mais de 5.000 máscaras não-cirúrgicas, comunitárias, ou de uso social para cuidadores formais e informais, para doação a organizações sociais.

Cerca de um mês depois desde o início da produção, o Grupo Ageas Portugal conta já com mais de 70 voluntários. As primeiras 2.800 máscaras foram já entregues a sete instituições: Residência de Velhinhos das Irmãzinhas dos Pobres, Lisboa; Fundação Cardeal Cerejeira, Lisboa; AMI, Lisboa e Porto; Centro Social e Comunitário do Planalto de Jales, Trás-os-Montes; Centro Social Paroquial Padre Ângelo Ferreira Pinto, Matosinhos; Santa Casa da Misericórdia de Mértola, Mértola; e Centro Social e Paroquial Padre Ricardo Gameiro, Almada.

Os voluntários continuam a produzir máscaras que irão beneficiar mais instituições, de Norte a Sul do país.

A AMI refere que “Em tempos de inquietação e de uma nova dita normalidade, estas doações contribuíram para a resolução de um problema que a AMI enfrentava, que é o da proteção dos seus colaboradores e beneficiários nos vários equipamentos sociais.  Além de outras medidas de proteção fundamentais a aplicar, o uso de máscaras é uma medida crucial. A resposta social e sustentável, do Grupo Ageas Portugal e da Fundação Ageas, permitiram colmatar uma escassez de meios que a AMI verificava ao nível de equipamentos de proteção individual. A todos os colaboradores e seus familiares do Grupo Ageas Portugal que abraçaram o projeto, o nosso sincero obrigada. Obrigada por nos protegerem e por permitirem que os nossos colaboradores continuassem a prestar cuidados sociais com mais segurança e, a proteger ao mesmo tempo, aqueles que precisam mais do que nunca do nosso apoio social. “

A produção de máscaras do Grupo Ageas Portugal e da Fundação Ageas, tem o apoio da Associação de Hotelaria de Portugal, para oferta do tecido, e da Casa Felizardo, para a entrega das máquinas de costura.

Todos os colaboradores e seus familiares que abraçaram o projeto, receberam nas suas casas um kit com o material necessário, as instruções de costura e recomendações de higiene e segurança.

Partilhe esta notícia

Achou o conteúdo desta notícia útil?