Grupo Ageas assina Pacto de Mobilidade Empresarial

O Grupo Ageas Portugal assinou hoje o Pacto de Mobilidade Empresarial para Lisboa, uma iniciativa do Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa.   

O Grupo segurador selecionou ações com as quais se compromete nos próximos dois anos, de forma a promover a mobilidade sustentável, como por exemplo: o incentivo à utilização de transportes mais ecológicos, a possibilidade de realizar reuniões remotas ou alterar a frota de veículos com soluções mais sustentáveis. 

A cerimónia oficial de assinatura decorreu durante a manhã de dia 9 de dezembro. Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal, um dos signatários do acordo referiu «Além de contribuirmos com soluções mais ecológicas, eficientes e seguras, estaremos a trabalhar com outras empresas para acelerar a transformação na mobilidade urbana - um dos nossos eixos estratégicos, sendo a área de Sustentabilidade do Grupo Ageas Portugal a principal responsável por este desafio. Para o Grupo Ageas é, acima de tudo, um alinhamento entre as nossas preocupações de negócio e o impacto atual e futuro das nossas operações, com a mudança para os novos edifícios.»

Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal

O WBCSD é uma organização internacional, liderada pelo CEO de mais de 200 empresas líderes que trabalham em equipa para acelerar a transição para desenvolvimento sustentável. Em Portugal, é representada pelo BCSD Portugal, organização da qual o Grupo Ageas Portugal é membro.

Lisboa é a cidade pioneira a promover o primeiro Pacto de Mobilidade Empresarial, através do qual as empresas subscritoras se comprometem a identificar e promover soluções de mobilidade e sustentabilidade urbana. ​Conscientes de que a mobilidade sustentável dentro das cidades é um desafio também das empresas, desafiaram-nas a melhorar e transformar a mobilidade em Lisboa - a primeira a lançar esta iniciativa, que se pretende extensível a mais cidades no futuro.

Partilhe esta notícia

Achou o conteúdo desta notícia útil?