Fundação Ageas e Câmara de Cascais angariam 170 mil euros

A Fundação Ageas em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, angariou cerca de 170 mil euros para a Fundação Dr. Denis Mukwege, num jantar de beneficência que juntou cerca de 300 convidados, ontem à noite, no Hotel Miragem, em Cascais.

Aproveitando a presença do Prémio Nobel da Paz, que está em Portugal para receber o Doctor Honoris Causa da Nova SBE e participar nas Conferências do Estoril, a Fundação Ageas em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, organizou o evento para apoiar a Fundação Dr. Denis Mukwege, que ajuda mulheres vítimas de violência sexual.

Médico e ativista originário da República Democrática do Congo, o Nobel da Paz é especializado em ginecologia e obstetrícia, tendo fundado em 1998 o “Panzi Hospital”, que se tornou um expert mundial na cura dos danos físicos internos. Em 2014 recebeu do Parlamento Europeu o Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento; em 2015 foi o vencedor do Prémio Calouste Gulbenkian e em 2018 foi lhe concedido o Prémio Nobel da Paz.

A esta causa juntaram-se ainda o ator João Reis como anfitrião, e Luísa Sobral e Horácio Ferreira, em 2 momentos musicais que deliciaram todos os presentes. Foram ainda leiloadas 7 obras de arte de artistas conceituados como Paula Rego (True Guardians); Christophe Demaitre (Vieuwer editor); João Narciso (A brutalidade de um não deixar voar); Maria João Bahia (The leaf); Guilherme Parente (Sem título); Leonor Saunders (Her); Diogo Navarro (Golden Heart).

O evento contou com a presença de grandes empresas do mercado português, empresários e personalidades diversas.

Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal, que em 2016 esteve no terreno a acompanhar uma missão do Dr. Mukwege afirma que "é uma honra apoiar e ajudar a promover grandes causas como a do meu amigo Dr. Denis Mukwege. É nossa obrigação usarmos a nossa influência e capacidade de mobilização para apoiar quem mais precisa. E este é um bom exemplo em que ficou demonstrada a generosidade dos portugueses, da nossa sociedade e do mundo empresarial, juntos por uma causa tão forte, marcando a diferença."

Miguel Pinto Luz, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Cascais, que se empenhou fortemente neste evento não deixa de referir que "o trabalho que Denis Mukwege desenvolveu é extraordinário. Conseguiu criar um espaço seguro para as mulheres vítimas de violência sexual em mais de 20 anos de guerra. Por isso é que é prémio nobel da paz e nos deixou a todos a sensação de não caber na sala onde foi o jantar. Foi, de facto, tocante."

Partilhe esta notícia

Achou o conteúdo desta notícia útil?