Ana Isabel Castro é a vencedora do Prémio Jovens Artistas

15.12.2023

A bailarina e coreógrafa Ana Isabel Castro é a vencedora da segunda edição do Prémio Jovens Artistas Coliseu Porto Ageas - Dança. A cerimónia de revelação e entrega do prémio teve lugar a 15 de dezembro, no Coliseu Porto Ageas.

Natural da Póvoa de Varzim, Ana Isabel Castro (n. 1994) é licenciada pela Escola Superior de Dança em Lisboa e frequentou o FAICC – Formação Avançada em Interpretação e Criação Coreográfica da Companhia Instável. Como bolseira ERASMUS no MUK, em Viena, trabalhou com Esther Balfe, Saju Hari e Georg Blaschke.

Colaborou como intérprete com Compagnie 7273, Circolando, Companhia instável, Kale Companhia de Dança, Jonathan Uliel Saldanha, Joclécio Azevedo e Diogo Oliveira. No DDD 2019, apresentou a sua primeira criação, Marengo e, em 2021, ICEBERG. Foi um dos JAA! — Jovens Artistas Associados do Teatro Municipal do Porto nas temporadas de 2019/2020 e 2020/2021. Pechisbeque é a sua mais recente criação.  

Destinado a jovens talentos das artes circenses ou da dança, o Prémio Jovens Artistas Coliseu Porto Ageas foi lançado em 2021, a propósito das comemorações dos 80 anos deste histórico teatro, em parceria com o Grupo Ageas Portugal. De periodicidade anual, e com o valor de 5.000€, tem como missão promover talentos em duas áreas artísticas com forte impacto no panorama nacional - circo e dança - mas que nem sempre têm o reconhecimento público que merecem. Abrange intérpretes, coreógrafos, cenógrafos, produtores, programadores, entre outros profissionais ligados a esta área, até 30 anos de idade.

O júri da categoria Dança foi constituído por seis nomes relevantes nesta área artística: Ana Borralho, João Galante, Max Oliveira, Miguel Ramalho, Olga Roriz e Susana Otero.

”É com muita felicidade que recebo este primeiro prémio, que acredito ser um incentivo e reconhecimento aos jovens criadores portugueses”, afirma Ana Isabel Castro. “Penso que fará com que o meu trabalho chegue a mais pessoas e acima de tudo reforça a vontade de continuar.”

Para Miguel Guedes, Presidente do Coliseu, “Elencar jovens artistas, premiando-os, surge como um desígnio do Coliseu. Nunca é demais reconhecer mérito”, sublinha, lembrando que o Prémio, apesar de ser uma face mais visível do trabalho feito, é também “um corolário de tudo o que desenvolvemos ao longo do ano com tantos e tantos jovens das mais variadas artes e disciplinas que por aqui passam”. Estes prémios “são fundamentais como epicentros de visibilidade de gente que faz, muitas vezes de uma forma quase invisível, um trabalho extraordinário que só precisa de ser mencionado, valorizado, comunicado e incentivado. É isso que fazemos mais uma vez este ano, premiando um novo valor, desta vez na área da Dança.”

Teresa Thöbe, Responsável de Marca, Patrocínios e Parcerias do Grupo Ageas Portugal afirma que “os Prémios Jovens Artistas representam a dedicação do Grupo Ageas Portugal na promoção de talento emergente e da importância da Cultura na vida das Pessoas. Ao longo dos últimos tempos, o Grupo tem vindo a comprovar o seu empenho e compromisso nesta área e este Prémio é exemplo disso. A excelência artística na dança une-se agora com a magia do circo num evento que apresenta a sessão de Circo de Natal, uma estreia exclusiva aos Convidados do Grupo Ageas - Clientes, Parceiros, Mediadores e Colaboradores – e que conta com mais de 2.000 convidados que se juntam ao Grupo Ageas Portugal na divulgação e promoção da Cultura em Portugal.”

Depois de em 2022 o Prémio Jovens Artistas Coliseu Porto Ageas ter sido dedicado às artes circenses, e de, em 2023, ter sido atribuído a uma artista da área da Dança, em 2024 será novamente a vez de distinguir um jovem talento circense.

Partilhe esta notícia

Achou o conteúdo desta notícia útil?