Médis e APDP fazem parceria para projeto-piloto

Parceria pretende sensibilizar para o papel crucial da prevenção e monitorização da diabetes para uma vida mais saudável.

Lisboa, 6 de abril de 2018

O Grupo Ageas Portugal tem na Responsabilidade Social Corporativa um eixo estratégico, sendo que um dos seus pilares reside na construção de uma sociedade mais saudável, em particular no desafio de contribuir para a redução da prevalência das doenças crónicas e sua adequada monitorização. Pela elevada incidência que tem na população portuguesa, a diabetes foi eleita como primeiro foco.

Foi neste contexto que a Médis e a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), decidiram unir forças, e competências, para desenvolver uma solução para a prevenção e monitorização da diabetes em Portugal, com a ambição de contribuir para mudar o panorama nacional no que diz respeito a esta patologia. A parceria visa alavancar nas valências de cada uma das entidades, seja a expertise da APDP na abordagem da Diabetes, seja nos serviços distintivos da Médis (como o apoio personalizado da linha de Enfermeiros 24 horas por dia), e juntar sinergias para endereçar uma doença que afeta mais de um milhão de portugueses, estimando-se que mais de dois milhões estejam em risco de a desenvolver e o desconheçam.Esta parceria resultou na solução inovadora “Mede a tua Doçura”, um projeto-piloto que pretende abranger cerca de 4.000 pessoas seguras, Clientes Médis através do seguro de saúde das empresas onde trabalham.

O projeto-piloto consiste na criação de uma solução abrangente que permita diagnosticar precocemente a hiperglicemia intermédia e a própria diabetes. Para cada caso específico haverá um acompanhamento com a duração de um ano, incluindo uma avaliação e monitorização clínica, sessões de promoção de hábitos saudáveis, uma plataforma digital, e apoio telefónico permanente, com vista à melhoria dos parâmetros de saúde. A iniciativa foi lançada em primeira mão no próprio Grupo Ageas Portugal, onde os 1.285 Colaboradores foram convidados a “Medir a sua Doçura”.

A iniciativa incide sobre a diabetes tipo 2, responsável por 90% da prevalência da doença, que se desenvolve ao longo da vida, em especial após os 45 anos. Começa, no entanto, a aparecer em idades mais jovens, associada a fatores como o sedentarismo, hábitos alimentares menos saudáveis, e a própria obesidade infantil.

Para Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal, “O contexto da diabetes em Portugal, com o elevado número de pessoas que afeta, agravado pelo cenário de uma população em crescente envelhecimento, torna-a num tema incontornável. Conhecimento, prevenção e monitorização são decisivos, por isso esta parceria é tão importante para a Médis. O desenvolver da diabetes tipo 2 é muitas vezes evitável, assim como a monitorização da diabetes permite minorar as suas consequências. Fornecer às pessoas ferramentas para cuidarem da sua saúde é chave, por isso apostar na prevenção, sensibilização e monitorização é a opção mais sensata para alcançar uma sociedade mais saudável, daí este projeto-piloto.”

João Raposo, Diretor Clínico da APDP, acrescenta “A prevenção da diabetes tipo 2 - a forma de diabetes mais prevalente no mundo - passa por uma intervenção nos fatores potencialmente modificáveis que a ela estão associados. Para travar o aumento da diabetes, precisamos de intervenções estruturadas de prevenção primária (estilos de vida saudável) e secundária (diagnóstico precoce), de que esta parceria é um excelente exemplo. Aliar o saber fazer da APDP aos serviços da Médis é, sem dúvida, dar um passo em frente para um futuro mais saudável e mais feliz.”

Achou o conteúdo deste press release útil?