Mais de 6.000 pessoas participaram nas Campanhas de Sensibilizaç

30.09.2022

Lisboa, 29 de setembro de 2022

No âmbito do Dia Mundial do Cancro Digestivo, amanhã 30 de setembro, o Grupo Ageas Portugal, a Médis e a Fundação Ageas alertam para a necessidade de realização de mais rastreios.

A última campanha nacional de sensibilização, que decorreu de 30 de março a 31 de maio, contou também com o apoio das entidades Europacolon Portugal, Laboratório Germano de Sousa e Unilabs. Os 112 casos positivos detetados na análise ‘Pesquisa de Sangue Oculto nas Fezes’ (PSOF) foram, posteriormente, acompanhados até ao momento do diagnóstico positivo, prestando todo o apoio necessário.

Durante a iniciativa, que decorreu de 30 de março a 31 de maio, foram realizados rastreios a 1883 indivíduos, com idades compreendidas entre os 45 e os 74 anos, na sua maioria mulheres (51%). A taxa de positividade foi de 6,1% no género feminino e 5,7% no masculino – e superior em comparação com a campanha de 2021.

Em termos geográficos, Lisboa foi o distrito com maior número de rastreios realizados (826), seguido do Porto (310) e Setúbal (203). O distrito de Lisboa regista uma taxa de positividade de 7,5%, seguindo-se o distrito de Setúbal com 6,9%, ambos com taxas superiores à nacional. 

Patrícia Ramalho, Responsável do Programa Movimento 50+, refere que “O cancro colorretal é uma doença que se desenvolve de forma silenciosa, ou seja, assintomática, resultando em diagnósticos tardios e consequentes taxas de sobrevida muito reduzidas.  A duplicação da incidência em indivíduos com idade inferior a 50 anos, nos últimos 10 anos, também contribui para que continuemos a investir em iniciativas que sensibilizem os portugueses para a importância do rastreio e da prevenção. A nossa meta é melhorar a saúde dos portugueses, o caminho sabemos ainda é longo, mas campanhas como estas são um passo relevante nesse sentido. Queremos salvar vidas alertando para a importância da prevenção, da deteção precoce e do diagnóstico também precoce.”. 

Sensibilizar para a deteção precoce do Cancro Colorretal é uma das principais missões deste Movimento, que já está a trabalhar para alargar os rastreios a partir dos 45 anos. 

Num dia dedicado ao Cancro Digestivo e face à resistência generalizada na adesão a esta campanha de rastreio, o Grupo Ageas Portugal, atento à necessidade de continuar a promover uma sensibilização recorrente que garanta um acréscimo da literacia em saúde e que culmine num maior envolvimento dos portugueses nestas ações.



Achou o conteúdo deste press release útil?