Grupo Ageas Portugal acolhe pessoas vulneráveis no novo edifício

Lisboa, 26 de abril de 2022

O Grupo Ageas Portugal emprega no seu novo edifício pessoas vulneráveis e com necessidades especiais, através da parceria realizada com as associações CRESCER - Associação de Intervenção Comunitária - e VilacomVida (Café Joyeux), duas organizações sociais de referência na inclusão social no setor alimentar.

A CRESCER – Associação de Intervenção Comunitária –, fundada em 2001, é uma organização que procura promover a inclusão de pessoas com característica específicas – sem abrigo, pessoas que consomem álcool e drogas, etc - na comunidade. Estas pessoas apresentam-se, na maioria das vezes, numa situação psicológica, emocional e física fragilizada e a Associação procura integrá-las e dar-lhes o apoio que necessitam. A CRESCER é atualmente responsável pelo Restaurante do novo edifício do Grupo Ageas Portugal.

A Associação VilacomVida (Café Joyeux) é uma IPSS fundada em 2016, que nasce da experiência e do reconhecimento comprovado de uma médica neurologista e de um grupo de pais de crianças e jovens com Dificuldades Intelectuais e do Desenvolvimento, nomeadamente Trissomia 21 e Perturbações do Espectro do Autismo. Durante 18 meses, testaram o modelo de intervenção para a vida autónoma que se materializou num espaço inclusivo e aberto ao público, o Café Joyeux, e que agora explora também a Cafetaria do edifício Ageas Tejo.

Com estas duas parcerias, o Grupo Ageas Portugal torna-se na primeira empresa em Portugal a ter duas Associações de cariz social a explorar dois dos espaços comuns do seu edifício.
João Machado, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Ageas, menciona que “Integrar é diferente de tolerar! Estar ciente das nuances que diferenciam ambos os conceitos é importante e ajuda-nos a caminhar para um paradigma de empregabilidade inclusiva, que deve ser encarada como algo natural e, até, desejável. Para além de procurar inspirar outras empresas a implementarem iniciativas semelhantes, é muito importante também, para a Fundação Ageas e para o Grupo Ageas Portugal, apoiar e dar esperança às pessoas que são apoiadas pelas associações CRESCER e VilacomVida (Café Joyeux), para que se sintam integradas no mundo do trabalho e confirmem o papel relevante que têm na sociedade.”

Veja o vídeo aqui.


Achou o conteúdo deste press release útil?