Fundação Ageas nomeia novo Presidente

Lisboa, 3 de março de 2021

João Machado é o novo Presidente do Conselho de Administração da Fundação Ageas, organização corporativa de solidariedade social do Grupo Ageas Portugal, que tem por missão apoiar a comunidade, promovendo o voluntariado corporativo e a solidariedade social, bem como desenvolvendo programas com impacto social.

Com formação de base em gestão, João Machado tem um percurso profissional ligado à sustentabilidade e ao empreendedorismo, tendo passado por três consultoras, participado na elaboração de diversos planos de negócio para start-ups e scale-ups. Nos últimos quatro anos, trabalhou na Portugal Inovação Social, onde assumiu a responsabilidade pelo desenho, implementação e gestão do Fundo para a Inovação Social, o primeiro fundo público de investimento de impacto em Portugal.

João Machado, refere “Até fevereiro de 2020 era palpável um clima de otimismo, inovação e colaboração na Economia Social e de Impacto em Portugal. Inúmeras entidades dos setores Social, Privado, Público e Académico trabalhavam em conjunto a um ritmo sem precedentes, no sentido de criar parcerias para o desenvolvimento de iniciativas e soluções que contribuíssem para uma melhor e mais rápida resolução de problemas sociais e ambientais. No entanto, em março de 2020 o mundo mudou! A situação de pandemia provocada pelo vírus SARS-COV-2 afetou severamente as populações nacionais, levando à rutura económica e ao exacerbar dos problemas sociais para níveis preocupantes e desestabilizadores do equilíbrio da sociedade civil. É neste contexto que o papel da Fundação Ageas assume uma relevância redobrada. Hoje, é ainda mais necessário aprofundar a relação da Fundação com a Sociedade Civil, com a comunidade de Entidades da Economia Social e de Empreendedores Sociais, mas também com outros investidores sociais, investidores de impacto e restantes organizações que indiretamente contribuem para o desenvolvimento do terceiro setor. A criação de sinergias e de economias de escala é essencial para apoiar as entidades implementadoras a saírem do “modo de sobrevivência” e pensarem estrategicamente o seu crescimento/disseminação. É com foco no impacto social e na inovação dos métodos de apoio financeiro/não financeiro, mas também com entusiasmo e sentido de missão, que assumo a tarefa de dar início a uma nova era na Fundação, sempre com o superior respeito pelo seu legado e pelos seus Estatutos.”

Achou o conteúdo deste press release útil?