Fundação Aga Khan e Fundação Ageas lançam Quiosques do Cuidador

Lisboa, 30 de junho de 2022

A Fundação Aga Khan, com o apoio da Fundação Ageas e de outros investidores como Uria e Menendez Abogados – Sucursal em Portugal, Societé des Hotels Prince Albert e Ridan II, lançam os primeiros Quiosques do Cuidador, no âmbito do programa Parcerias para o Impacto.

As estatísticas demográficas de Portugal não são as mais animadoras, sendo Portugal um dos países mais envelhecidos do mundo. Dados recentes revelam também que 8% da população portuguesa são cuidadores informais/familiares e que a grande maioria destes tem 65 ou mais anos e cuidam de pessoas com idades similares. Neste contexto, observou-se a existência de apoios insuficientes a estes cuidadores e tornou-se necessário simplificar as suas necessidades através da diminuição da burocracia dos serviços formais, de uma maior articulação entre o setor social e saúde e de melhores serviços e mais alargados.

Foi neste sentido que a Fundação Aga Khan criou um sistema personalizado de apoio ao Cuidador e à Pessoa Cuidada - o Quiosques do Cuidador - que procura testar uma solução que vá ao encontro das necessidades destas pessoas. O Quiosque do Cuidador é uma solução experimental, de cerca de 12 meses, para apoiar cuidadores informais e familiares de pessoas com 65 anos ou mais. Este projeto será desenvolvido em Aveiro e no Porto, e ambiciona envolver 20 cuidadores residentes em cada um destes territórios, bem como os recursos locais de apoio a seniores e cuidadores

O objetivo desta solução é contribuir para a melhoria do bem-estar e redução da perceção de sobrecarga/burnout e de falta de suporte de cuidadores informais/familiares de pessoas com 65 e mais anos.

João Machado, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Ageas, menciona que “é com muita satisfação que apoiamos um projeto com este âmbito, uma vez que a figura do cuidador informal ainda não é devidamente reconhecida, apesar de alguns desenvolvimentos no campo legal, nos últimos anos. Estamos cientes que o trabalho em rede é indispensável para que a mudança seja sistémica e, como tal, acreditamos no potencial desta solução e na sua capacidade de fomentar a entreajuda, contribuindo para uma melhoria da qualidade de vida e do bem-estar tanto do Cuidador como da Pessoa Cuidada”.

Karim Merali, Diretor Executivo da Fundação Aga Khan Portugal, refere que “a Fundação Aga Khan Portugal, apostando nos valores do empowerment, do trabalho em parceira, da participação e da valorização da pessoa e do território, considera que o Quiosque do Cuidador, poderá ser uma solução que permite rentabilizar e concertar os recursos disponíveis na comunidade em função de necessidades específicas de cuidadores e de pessoas cuidadas, nomeadamente de pessoas com 65 e mais anos, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida. Sendo uma solução co- construída e avaliada por todos os envolvidos: cuidadores e recursos da comunidade, o seu funcionamento será flexível e adaptado a quem queira recorrer ao Quiosque”.

Esta iniciativa irá incluir o mapeamento de diferentes tipos de recursos comunitários existentes num determinado espaço geográfico, que poderão ser ativados pelo cuidador, de forma personalizada, de acordo com as suas necessidades específicas:

• Recursos comunitários de convívio e/ou autocuidado (atividades desportivas, técnicas de relaxamento, ergonomia, etc.);

• Recursos partilhados, de apoio à pessoa cuidada (camas adaptadas, andarilhos, cadeiras, etc.);

• Recursos para apoio mútuo na prestação de cuidados (voluntários, vizinhos, outros cuidadores numa lógica de entreajuda);

• Recursos de partilha de práticas, formação, informação e estratégias (de motivação, coping, de superação de obstáculos, etc.).

Contactos:

Se é cuidador residente ou Recurso Local da União de Freguesias de Glória e Vera Cruz e freguesias limítrofes (Aveiro) contacte-nos para Inês Almeida - 968 630 106 - ines.almeida@akdn.org ou Ana Negrais - 967 193 669 – ana.negrais@akdn.org

Se é cuidador residente ou Recurso Local da União de Freguesias do Centro Histórico (Porto) contacte-nos para Joana Amorim – 934 970 943 – joana.amorim@akdn.org ou Francisca Catalão – 968 603 441 – francisca.catalao@akdn.org




Achou o conteúdo deste press release útil?