Escola de Impacto

Perguntas Frequentes

Qual a razão deste programa?

Este programa nasceu da nova estratégia da Fundação Ageas, com o propósito de aumentar o seu impacto social na comunidade. A Fundação Ageas juntou-se ao Impact Hub Lisbon para implementar a Escola de Impacto, cujo objetivo é promover a inclusão social através da empregabilidade.

No processo de criação, foram escutadas algumas instituições do 3º sector, parceiras da Fundação: ACA (Associação Conversa Amiga); AMI; CAIS; CASA (Centro de Apoio aos Sem Abrigo); Centro Sagrada Família; Comunidade Vida e Paz; SAOM; Serve the City.

 

O que é o Impact Hub?

O Impact Hub é uma rede global de pólos de inovação e desenvolvimento de projetos que visam a transformação da sociedade. O Impact Hub tem mais de 15 mil membros espalhados por 80 cidades, formando a maior comunidade de empreendedores de impacto a nível mundial. Desde a sua fundação, em 2005, nasceram mais de 1.200 startups e foram criados cerca de 3.500 postos de trabalho.

 

Como se desenrola em detalhe o programa?

  • Fase 1

  • Fase 2

  • Fase 3

  • Fase 1

    Seleção de ideais: da experiência à ideia!

    O programa inicia-se com um máximo de 40 participantes, com várias experiências profissionais e de vida. Esta primeira fase foca-se na formação comportamental, motivação e capacidade de resiliência, existindo um enquadramento no mundo atual laboral, de forma a ajudar os participantes a definir o seu objetivo de empregabilidade. Os participantes têm acesso a um conjunto de formações, workshops e palestras que permitem desenvolver o talento e a experiência de cada um e converter essa experiência em ideias.

  • Fase 2

    Formação e Modelo de negócio

    As 20 ideias seleccionadas no final da primeira fase são aprofundadas nesta etapa. Os participantes têm um acompanhamento com recurso a mentoria, com o objetivo de capacitar e evoluir para um modelo de negócio ou competências de empregabilidade.

    Nesta fase existe formação, reuniões individuais semanais, mentoria quinzenal e acesso a especialistas nas áreas profissionais relevantes, num programa baseado nas melhores práticas do Impact Hub, em que os 10 melhores projetos passam à fase seguinte.

  • Fase 3

    Aceleração e Apresentação Final

    Os participantes desenvolvem e aperfeiçoam competências de negócio (pessoais e técnicas) e trabalham na conceção do seu objetivo de empregabilidade. Cada participante tem acesso a um mentor e estará a colaborar em rede no espaço Impact Hub Lisbon.

    Cada participante irá expôr e apresentar a sua ideia de negócio, ou objetivo de empregabilidade, a um grupo de empresas convidadas, durante um marketplace, que visa promover o investimento ou a contratação dos serviços/produtos por parte das empresas presentes.

Qual a duração do programa?

O programa decorre 3 dias por semana, 4 horas por dia, sendo:

  • Fase 1: Da experiência à ideia!
  • Fase 2: Formação e Modelo de negócio
  • Fase 3: Aceleração e Apresentação Final

 

Como são selecionadas as ideias?

Para a seleção de ideias é aplicada uma matriz de avaliação no final da Fase 1 e da Fase 2 do programa. Os critérios de análise estão relacionados com a Criatividade, Motivação, Adequação ao mercado, Sustentabilidade e o Modelo de negócio. As ideias são avaliadas por um júri interdisciplinar, composto por membros do Impact Hub, Fundação Ageas e instituições parceiras, entre outros organismos.

 

Quais os objetivos específicos do programa?

  • Identificar e desenvolver competências individuais.
  • Promover o autoconhecimento, trabalhando pontos fortes e menos fortes.
  • Aumentar a auto-estima e confiança do indivíduo.
  • Desenvolver a auto-motivação e capacidade de resiliência.
  • Promover boas práticas e competências relacionadas com a procura ativa de emprego, atitude empreendedora e ferramentas de suporte para a criação e desenvolvimento do próprio negócio.
  • Reposicionar a relação entre o indivíduo e o mercado de trabalho atual.

 

Uma empresa pode associar-se a este programa?

Qualquer empresa ou instituição pode associar-se ao programa Escola de Impacto como formador, mentor ou coach dos participantes, ou ainda como investidor numa das ideias finais, ou empregador.